Out

03

Na casa de Zeca Pagodinho, 27 de setembro é dia de tradição brasileira. Todos os anos o sambista convoca o mutirão. Família e amigos a postos, repetem o ritual: montam os saquinhos de doces enquanto cantam. No banco do carona, vai percorrendo as ruas à procura de crianças. Quando avista uma, o carro para, ele abre a porta e entrega o doce. “É o Zeca Pagodinho!”, quem o reconhece comemora.

“Faço isso porque é bom, as crianças ficam contentes”, ele diz. E 500 saquinhos de doce depois, volta para casa, onde as panelas já estão fumegando no fogão. E adivinhe quem está lá na cozinha? “Minha cozinheira é Mariene de Castro, quer o quê?”, brinca Zeca. Pelo terceiro ano consecutivo, a cantora foi a responsável pelo caruru (e mais tantos outros quitutes baianos) da festa de São Cosme e Damião.

Então a festa segue bem humorada, obviamente ao som de samba. E na hora do parabéns, são as crianças que apagam a velinha. Clique aqui para ver as fotos da festa!

Dê o play no vídeo abaixo e tenha um gostinho de como foi a festa na casa do Zeca!

Veja os quitutes preparados por Mariene de Castro!