Novidades

Viva Xerém: projeto educa mais de 100 crianças!

Postado em # #

Dez

14

INSTITUTO-SITE

Desde que comprou um sítio em Xerém, Zeca Pagodinho sempre teve um sonho: criar ali uma escola de música. O sonho virou realidade em 1999, quando Zeca abriu uma pequena escola dentro de sua casa. A querida professora Gleice dava aulas de piano para os filhos do Zeca e os amiguinhos deles. Meses depois a escola passou para um espaço maior, ganhou mais professores, mais instrumentos e mais alunos.

Dezoito anos se passaram e hoje a escolinha é um instituto, o Instituto Zeca Pagodinho. O instituo criou o projeto “Viva Xerém” que utiliza a música como um instrumento para transformar o presente e o futuro de crianças e jovens, criando oportunidades de desenvolvimento humano e perspectivas de trabalho e geração de renda.

O projeto atende hoje cerca de 150 estudantes, vindos de Xerém e arredores, incluindo uma turma formada apenas por bebês, a partir dos 10 meses de vida. As aulas abrangem desde aspectos primordiais da percepção musical até a formação instrumental mais específica, em 7 diferentes áreas de estudo: Musicalização; Iniciação Artística; Cordas (violino, viola e violoncelo); Cordas Dedilhadas (violão, bandolim e cavaquinho); Piano e Percussão; Sopros (flauta doce, flauta transversa e clarineta); e Canto Coral.

CURTA A PÁGINA DO IZP  NO FACEBOOK

Composto por um grupo de professores colaboradores e coordenado por musicistas com sólida formação acadêmica, Viva Xerém promove a autoestima da comunidade ao valorizar suas tradições e memórias musicais. A identidade cultural local é um dos principais norteadores do projeto, que incentiva o aparecimento de novos talentos em dimensões da música como a performance e a composição, bem como a participação das famílias e de instituições da região nas atividades desenvolvidas.

Em termos pedagógicos, o projeto investe em um processo continuado de capacitação, e contempla referências teóricas e práticas, o estímulo ao potencial criativo de cada aluno e o trabalho em equipe. Os estudantes mais avançados atuam na formação dos mais novos, através de uma dinâmica que favorece as relações de parceria e situações de aprendizado em conjunto.

VISITE O SITE DO INSTITUTO

Em um cenário carente de opções de formação artística, a iniciativa faz o papel de unir a experiência sociocultural das crianças e dos jovens de Xerém às possibilidades que se abrirão em sua vida adulta, como a inserção no mundo do trabalho. O projeto busca assim fortalecer o pertencimento desses novos cidadãos à sua região de origem, colaborando para que sejam os principais agentes de sua transformação.

Contribua com a formação dos jovens e crianças de Xerém. Seja padrinho ou madrinha  do Instituto Zeca Pagodinho!

QUEM SOMOS?
O Instituto Zeca Pagodinho, através do projeto Viva Xerém, atende crianças e adolescentes que participam da Orquestra Jovem de Xerém e recebem aulas de prática de conjunto, musicalização, violão, piano,canto coral, percussão, violino, viola, violoncelo, flauta, clarineta e iniciação às artes plásticas e cênicas.

COMO VOCÊ AJUDAR?
Se você acredita que a educação artística transforma vidas, pode fazer uma doação.

DOAÇÃO DIRETA
Pode fazer um deposito na nossa conta e informar a gente via e mail (vivaxerem@gmail.com)
Instituto Zeca Pagodinho I CNPJ 03.588.949/0001-65
Banco do Brasil AG 1253-X CC40901-4

DOAÇÃO ATRAVÉS DO IRPF
Através da Lei Rouanet você pode deduzir até 6% do seu imposto devido.

Quer Saber mais ou  informar sua doação?
Entre em contato com a gente vivaxerem@gmail.com

QUAL VALOR VOCÊ PODE DOAR?
Pode colaborar com qualquer quantia e sua doação será usada exclusivamente na aquisição e manutenção de instrumentos e na montagem dos espetáculos.

Samba do Zeca: uma noite de muito samba e amizade!

Postado em # # # # #

Dez

09

Domingo de sol, amigos reunidos e aquela boa roda de samba: assim foi a 2ª edição do Samba do Zeca. Após o sucesso da estreia da roda em outubro, Zeca Pagodinho fez os clássicos do samba ecoarem mais uma vez nos jardins do Jockey Club – RJ, no dia 26 de novembro.
No camarim, grandes encontros já anunciavam a noite histórica. Nessa foto, Zeca com seus convidados Xande, Monarco e Criolo.

IMG_1642_AGi9_Murillo-Tinoco_p

A abertura da festa ficou novamente por conta da “Roda do Spanta”, que esquentou o clima da pista com grandes sambas.

Mais tarde, Zeca Pagodinho subiu no palco 360º montado no gamado do Jockey para cantar ao lado de seus convidados. No repertório, além de sucessos do próprio Pagodinho, composições de Cartola, Nelson Cavaquinho, Candeia, Casquinha, e muitos outros.

Nesta edição, o Samba do Zeca deu uma verdadeira aula da história do samba brasileiro, com todas as gerações e diferentes talentos na roda. Representando a velha guarda do samba, o mestre Monarco com todo a sua tradição portelense.

IMG_2106_AGi9_Murillo-Tinoco_p

Xande de Pilares garantiu o astral lá no alto, representando a nova geração.

IMG_2201_AGi9_Murillo-Tinoco_p

Uma das maiores revelações do samba nos últimos anos, Criolo subiu ao palco para cantar seus sucessos e homenagear outros bambas.

IMG_1862_AGi9_Murillo-Tinoco_p

A noite contou ainda com participações surpresas, como a do o amigo Jorge Aragão e do querido Dominguinhos do Estácio, que subiram no palco para cantar ao lado do Zeca. Ô sorte!

IMG_1819-jorge-aragao,-dominguinhos-e-zeca_AGi9_Murillo-Tinoco_p

A banda montada especialmente para o Samba do Zeca foi um show à parte, com os talentosos músicos Paulão Sete Cordas (direção musical e violão), Waltis Zacarias (percussão), Rodrigo Jesus (percussão), Paulino Dias (percussão), Jorge Gomes (bateria), Alessandro Cardoso (cavaquinho) e Dudu Oliveira (sax e flauta).

VEJA MAIS FOTOS NO FACEBOOK DO SAMBA DO ZECA

Enquanto isso, a área da gastronomia era ocupada pelo Restaurante Aconchego Carioca, Steak Me, Joe’s Pub e Bar do Oswaldo, mantendo a tradição de juntar bom samba com uma boa cozinha.

Foi demais, Família do Samba! Nosso próximo encontro é dia 04 de fevereiro, comemorando o aniversário do Zeca Pagodinho com muita música boa.

SIGA O INSTAGRAM DO EVENTO E SAIBA TUDO EM PRIMEIRA MÃO!