Novidades

Zeca Pagodinho homenageia Chico Buarque

Postado em # #

Out

28

No ano em que Chico Buarque completa 70 anos de idade, a sexta edição do projeto Samba Social Clube vem dedicado a ele. E Zeca Pagodinho está no time! O sambista gravou sua própria releitura de “Sem Compromisso”, um dos clássicos d] de Chico. O álbum já está à venda nas lojas físicas e no iTunes, e quem preferir o DVD com o show também tem essa opção.

Além de Zeca Pagodinho, participaram da homenagem Roberta Sá, Arlindo Cruz, Xande e Pilares, Mariene de Castro e muitos outros artistas. Clique aqui e ouça uma prévia das músicas!

Capa do CD

Confira abaixo a lista completa das músicas:

1. “Sem Compromisso”– Zeca Pagodinho
2. “Gota D’Água”– Beth Carvalho
3. “Apesar de Você”– Péricles
4. “A Rosa” – Roberta Sá
5. “Homenagem ao Malandro” – Martinho da Vila
6. “Vai Levando” – Fundo de Quintal
7. “Quem Te Viu, Quem Te Vê” – Xande de Pilares
8. “Samba do Grande Amor” – Mariene de Castro
9. “Deixa Solto” – Sombrinha e Hamilton de Holanda
10. “Meu Caro Amigo” – Jorge Aragão
11. “Piano na Mangueira” – Reinaldo ‘O Príncipe do Pagode’
12. “Sonho de Um Carnaval” – Leci Brandão
13. “Vai Trabalhar Vagabundo” – Dudu Nobre
14. “Morena de Angola” – Arlindo Cruz
15. “O Meu Guri” – Fabiana Cozza
16. “A Volta do Malandro” – Tereza Cristina
17. “Vai Passar” – Moacyr Luz
18. “Chico Buarque da Mangueira” – Neguinho da Beija-Flor

Histórias de Uma Canção | “Seu Balancê”

Postado em

Out

20

O próprio Toninho Geraes é que conta: “Convivia com o Zeca, mas nunca tinha mostrado nenhum samba pra ele. Soube que ele estava escolhendo repertório e então fiz uma música, em parceria com Paulinho Resende. Zeca ouviu a música e disse: ‘A de trabalho nós já temos, agora vamos nos preocupar com as outras'”. O samba em questão é “Seu balancê”, sucesso que, até hoje, faz parte do repertório dos shows do artista. Zeca gostou tanto da canção, que reservou a primeira faixa do álbum para ela.

10629316_852507094790117_86272436258030287_o

Dê o play e cante junto!

(Fonte: “ZECA – Deixa o Samba me Levar”, livro do Sambabook do cantor, de autoria de Jane Barboza e Leonardo Bruno)

Histórias de Uma Canção | “Pra São Jorge”

Postado em # # #

Out

10

“Pra São Jorge” é dedicada ao santo de devoção de Zeca Pagodinho, e chegou aos ouvidos do sambista como um sinal enviado direto pela entidade. Lá estava Zeca, em seu dia de folga, sentado quieto no quiosque de sempre na praia da Barra da Tijuca. Os donos da barraca, que sabiam muito bem que aquele era o momento sagrado de descanso do sambista, decidiram mostrar um samba a ele mesmo assim; era a primeira vez em que faziam isso.

Zeca aceitou. Mas só porque no dia anterior havia percebido que o rádio com o CD player estava com defeito. Aceitou só porque queria “tirar um sarro” com os amigos. Contrariando a pegadinha, o aparelho funcionou! E tocou:

“Vou acender velas para São Jorge
A ele quero agradecer
E vou plantar comigo ninguém pode
Para que o mal não possa vencer”

E então foi lá, no Trailer da Baiana, que as coisas aconteceram para Zeca de forma inusitada, como de praxe. “Além de eu ter achado a música boa, ela falava de São Jorge e o rádio que estava quebrado ainda funcionou, tinha que gravar”, conta Zeca. Assim, Pecê Ribeiro, que compôs a canção em agradecimento a uma benção, ganhou espaço no CD de Zeca Pagodinho.

prasaojorge

Aperte o play e cante junto com o Zeca!

(Fonte: “ZECA – Deixa o Samba me Levar”, livro do Sambabook do cantor, de autoria de Jane Barboza e Leonardo Bruno)

Zeca Pagodinho continua a tradição de São Cosme e Damião

Postado em # # #

Out

03

Na casa de Zeca Pagodinho, 27 de setembro é dia de tradição brasileira. Todos os anos o sambista convoca o mutirão. Família e amigos a postos, repetem o ritual: montam os saquinhos de doces enquanto cantam. No banco do carona, vai percorrendo as ruas à procura de crianças. Quando avista uma, o carro para, ele abre a porta e entrega o doce. “É o Zeca Pagodinho!”, quem o reconhece comemora.

“Faço isso porque é bom, as crianças ficam contentes”, ele diz. E 500 saquinhos de doce depois, volta para casa, onde as panelas já estão fumegando no fogão. E adivinhe quem está lá na cozinha? “Minha cozinheira é Mariene de Castro, quer o quê?”, brinca Zeca. Pelo terceiro ano consecutivo, a cantora foi a responsável pelo caruru (e mais tantos outros quitutes baianos) da festa de São Cosme e Damião.

Então a festa segue bem humorada, obviamente ao som de samba. E na hora do parabéns, são as crianças que apagam a velinha. Clique aqui para ver as fotos da festa!

Dê o play no vídeo abaixo e tenha um gostinho de como foi a festa na casa do Zeca!

Veja os quitutes preparados por Mariene de Castro!